Entendendo a linguagem corporal feminina

Autor:  
Assunto: Só para eles

Não é incomum se deparar com mulheres que não conseguem se expressar adequadamente na cama. Se é por timidez ou por ela não estar satisfeita com o seu desempenho, cabe a você descobrir – uma vez que ela própria não dirá nada. Por isso, é muito útil e importante saber ler a linguagem corporal feminina, pois, como todos sabemos e a ciência explica, o corpo muitas vezes fala mais que a voz.

Pensando nisso, após uma série de pesquisas foi possível fazer um resumo da linguagem corporal feminina que você quer e que você não quer ver sua parceira ter. Vamos lá!

Linguagem corporal positiva

Quando a mulher é demasiado tímida, ela pode ter dificuldades em expressar o que sente e isso vale também para a hora H. Então, como saber se ela está gostando? Em primeiro lugar, uma mulher excitada tende a respirar mais depressa e costuma fazê-lo pela boca. Essa respiração apressada costuma causar aqueles gemidos que todos os homens adoram, mas muitas mulheres têm vergonha deles e se controlam para não fazê-los. De qualquer forma, em momentos de excitação, o coração acelera, contribuindo também para uma aceleração da respiração. Ou seja: se sua mulher está respirando tranquilamente demais, é sinal de que ela não está excitada o suficiente.

Uma mulher que está gostando do que o parceiro está fazendo na cama costuma movimentar o corpo todo. Se ela estiver “apertando” os dedos dos pés, enrolando as pernas em você ou empurrando-o e puxando-o de volta para ela, pode ter certeza de que ela está bem satisfeita.

Outro sinal de que ela está apreciando o que está recebendo é o movimento dos quadris. Uma mulher excitada busca movimentar os quadris de forma a estar em perfeita sincronia com seu parceiro e, assim, atingir um nível máximo de prazer. Se ela não estiver sincronizada com você ou mantiver os quadris imóveis, é melhor tentar outra posição, pois essa não está agradando.

Os braços também são indicadores de satisfação. Se ela está satisfeita, ela tende a manter os braços em você – e isso pode ser de qualquer forma: abraçando-o, tocando em seu peito ou em seus ombros, apoiando-os em suas pernas e por aí vai. Atente para braços sobre a cama e especialmente muito perto do próprio corpo da mulher. Se ela estiver tentando esconder alguma parte do corpo, então, pior ainda. Sinal de que ela não está nada confortável com a situação.

Por fim, uma questão bastante óbvia: uma mulher bem lubrificada é sinônimo de uma mulher satisfeita. Quanto mais “molhada” sua parceira, mais perto de gozar ela está. Então se ela nunca apresenta nenhum tipo de lubrificação natural, é bom ter uma conversa com ela para entender o que está acontecendo e, se for o caso, ir com ela ao ginecologista. Parte da satisfação sexual feminina se dá em ver que o parceiro realmente se importa com ela.

Linguagem corporal negativa

Há diversas atitudes que homem nenhum quer ver na cama, pois indicam que ele não está dando conta do recado. Uma delas é quando a mulher se recusa a olhar para o cara ou se esquiva quando ele aproxima seu rosto do dela. Há, naturalmente, a possibilidade de a mulher ser extremamente tímida e ter vergonha de olhar nos olhos do parceiro. Mas quando há intimidade entre o casal, se ela permanecer sem olhar para você, é bem possível que haja algo errado.

Uma das expressões que mais aterrorizam os homens é a “cara de múmia”, aquela cara de quem está absolutamente entediada. Uma variável da cara de múmia é a cara de “vou pintar o teto de azul” e se aplica a mulheres que não tiram os olhos do teto ou de qualquer outro objeto no recinto enquanto seu parceiro está lá dando tudo de si na transa. Se sua mulher costuma apresentar alguma dessas expressões, tem algo MUITO errado com o sexo entre vocês. É bom conferir do que se trata.

Como dito anteriormente, uma mulher excitada costuma movimentar o corpo todo. A partir do momento em que sua parceira passa a agir como uma estátua, sem fazer movimento algum, você definitivamente não está agradando. Procure mudar de posição para ver se melhora – uma sugestão é deixá-la ficar por cima, pois assim ela será “obrigada” a se movimentar e pode ser que se anime mais.

Por último, repare se ela se preocupa em retribuir o que você faz com ela. Se ela nunca faz sexo oral em você e nunca o masturba, por exemplo, pode ser que ela pense que como aquilo não é lá grande coisa pra ela, pra você também não faz diferença. Além disso, se ela se recusa a mudar de posição (numa atitude “assim tá bom, acabe logo com isso”) ou levanta correndo da cama, se veste e vai fazer outras coisas quando o sexo acaba, é um péssimo sinal, pois indica que ela não está fazendo sexo com você por prazer, mas por “obrigação”.

Uma das ferramentas mais poderosas que o ser humano possui é a comunicação verbal. Se você está preocupado com a satisfação sexual de sua parceira e não sabe mais o que fazer para excitá-la, converse com ela. Nada melhor que sinceridade nessa hora. É uma boa chance pra vocês amadurecerem juntos e tornarem o sexo entre vocês uma experiência fantástica (como deveria sempre ser).